Foto(grafia)

Oi, meus amores! Um dos temas da blogagem coletiva de março do grupo Coisas de Blogueiras é o "Foto(grafia)" que consiste em fazer um texto inspirado em uma foto. Logo que eu vi esse tema eu já amei e quis fazer o mais rápido possível, então aí está! Espero que vocês gostem e me contem depois nos comentários se vocês também têm uma foto muito especial e que com certeza renderia um belo texto! Beijinhos ♥

Confiram também os posts dos blogs: Conversas Feminiinas e Bilhete da Garrafa.

Talvez pensem que a importância dessa foto seja simplesmente a paisagem radiante do sol nascendo no mar, algo não muito improvável, já que eu sou uma eterna apaixonada pelas belas paisagens que o céu nos da o privilégio de presenciar. Mas essa foto vai além disso, essa foto explica, implicitamente, o meu amor por quem está nela. Não era um dia qualquer, era o primeiro dia do ano de 2015 e como de costume (nem tão antigo assim) eu faço questão de ficar acordada na virada do ano, não para ver as queimas de fogos e tudo mais, mas sim para poder ver o sol raiar no mar, porque é uma das melhores sensações do mundo que alguém pode ter, todos deveriam passar por isso pelo menos uma vez na vida. Não estava somente nós, ali havia muitas outras pessoas importantes pra mim, mas reservei esse tempo para falar do plural que me aventurei a fazer parte. A imensidão do meu sentimento, provavelmente, ultrapassa até mesmo a imensidão deste mar que nos cerca e talvez seja tão intenso quanto o sol pela manhã. Talvez não seja tão sincronizado como as ondas do mar, porque de certo não são os dias de calmaria que nos define, mas afinal o que seria da praia sem os dias de ventania? Em alguns dias as ondas quebram mais forte, mas nem isso evita que as pessoas entrem na água, porque nem só de ondas fracas se faz o mar, não é?! Certos dias é necessário força para enfrentar as ondas grandes, mas se você mergulhar de cabeça tudo acaba ficando mais fácil. O amor pra mim é tão profundo quanto o oceano: em alguns dias é necessário ter mais fôlego que em outros, mas quem disse que perder o ar algumas vezes na vida não faz bem?!

10 comentários:

  1. Essa imagem é linda demais. Eu quero tirar uma assim, mas sempre perco, tanto o nascer quanto o pôr. Acho divino!
    beijinho Isa <3
    http://www.mundodafani.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, reserva um dia pra ver o nascer e o pôr, a experiência é única! E obrigada :D Beijocas ♥

      Excluir
  2. Nossa, cara! Não sei se tô mais apaixonada pela foto ou pelo texto. Que coisa linda!!!

    www.universonotavel.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhhhh, tô com um sorriso bobo lendo esse comentário <3 Fico MUITO feliz de você ter gostado, obrigada! :') Beijocas ♥

      Excluir
  3. Que amor de post. Sou suspeita pra falar... Sou formada em fotografia, então estou amando sua foto. E como se encaixou tão bem no texto. Belas palavras.

    Corre dar uma olhadinha no blog que já tem post novo!
    http://dentrodamochila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh, que honra você ter gostado da minha foto! :'D Obrigada você pelo elogio! <3 Beijocas ♥

      Excluir
  4. Que foto incrível e "imensa" no sentido de representar algo muito maior que ela é em vááários aspectos. Sério, que demais.


    Beijos
    Brilho de Aluguel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A fotografia tem isso né? Representar algo muito maior do que estamos vendo, é lindo isso! Muito obrigada :'D Beijocas ♥

      Excluir
  5. Oii,tudo bem?Eu te indiquei para uma Tag, se quiser responder: http://sintoniadooblush.blogspot.com.br/2015/03/tag-de-tudo-um-pouco.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi linda, tudo sim e você? Pode deixar que assim que der eu vou responder sim, obrigada pela indicação! Beijocas ♥

      Excluir

 
Oito Estações © Tema base por So Kawaii. Design por Mariana e Isabella | Tecnologia do Blogger.